Aprenda a dimensionar uma mangueira hidráulica

O dimensionamento de mangueiras hidráulicas é um dos pontos mais importantes de se considerar na hora de escolher uma mangueira, tanto para substituições quanto para o caso de aplicações em máquinas novas. Isso porque esses mecanismos precisam ser correspondentes à sua demanda, e com um bom dimensionamento é possível aumentar a vida útil das mangueiras. Mas, você sabe como dimensionar uma mangueira hidráulica e como esse procedimento pode ser fundamental para o melhor aproveitamento dos seus equipamentos?

Leia este artigo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o tema!

O que é o dimensionamento de mangueiras hidráulicas

Mangueiras Hidráulicas são “tubulações” flexíveis  para a condução de fluidos – óleos, líquidos ou gases – que lidam com diferentes condições físicas e químicas, além de suportarem um ampla gama de pressões para a condução dessas substâncias. Tendo isso em vista, é possível entender que mangueiras hidráulicas são usadas em diversos segmentos da indústria onde haja força hidráulica em movimento.

Mas, afinal, o que é o dimensionamento de uma mangueira hidráulica e para que serve esse procedimento? De forma simplificada, o dimensionamento de uma mangueira hidráulica é um procedimento padrão adotado por profissionais e serve para calcular as proporções do item com objetivo de analisar a peça e viabilizar a sua utilização.

Por se tratar de uma peça importante para o transporte de líquidos que suporta diferentes condições físicas, este precisa necessariamente estar dentro dos parâmetros estabelecidos, não podendo ser substituído por peças fora do padrão. Ou seja, todos os detalhes da peça como tamanho, temperatura limite, material de produção e pressão suportada, por exemplo, devem ser levados em consideração para uma boa avaliação do equipamento.

Contudo, existem procedimentos específicos para analisar cada um desses parâmetros de uma mangueira hidráulica. Para saber mais sobre o método de aferição dessas peças leia até o final.

Como fazer o dimensionamento de mangueiras hidráulicas?

Conforme mencionamos, todos os componentes e especificações das mangueiras hidráulicas precisam ser avaliados para um dimensionado de qualidade, e o método mais usado para isso é o STAMPED. Mas, você sabe como funciona esse sistema e como é possível aproveitá-lo da melhor forma? Descubra logo abaixo!

Método STAMPED

O método STAMPED é uma sigla para as palavras Size, Temperature, Application, Material, Pressure, End e Delivery – em português: tamanho, temperatura, aplicação, material, pressão, terminação e entrega. Esse modelo tem por objetivo avaliar todas as situações que envolvam a aplicação da mangueira hidráulica de forma completa, examinando cada uma das partes que compõem o ambiente e o equipamento final onde a mangueira será aplicada.

Dessa forma, o STAMPED serve como uma lista de checkup que analisa a peça como um todo, possibilitando um diagnóstico desde antes da instalação até a distribuição do mecanismo. Veja agora quais são as etapas do método e como cada parte é avaliada individualmente.

Tamanho

O primeiro ponto a avaliar numa mangueira hidráulica é o tamanho dela, o diâmetro interno. O diâmetro determina diretamente a velocidade e a quantidade total de fluido que pode ser transportado pelo tubo interno. A alta velocidade pode causar vazamentos, calor, ineficiência ou mesmo danos ao sistema hidráulico. Por outro lado, baixa velocidade pode resultar em baixa pressão e mal funcionamento do equipamento.

Temperatura

Em segundo lugar, é fundamental fazer uma avaliação com relação à temperatura aplicada na mangueira. Tanto a temperatura interna que corresponde ao fluido transportado nas tubulações quanto a externa –  o calor do ambiente onde o equipamento será instalado – devem ser levados em consideração.

Condições físicas, incluindo a temperatura, são grandes causadoras de falhas em mangueiras hidráulicas quando mal utilizadas. Por isso, uma boa aplicação ajuda a aumentar a vida útil desses equipamentos e contribui com a redução de despesas com manutenção e troca de peças.

Aplicação

Após a avaliação inicial precisamos saber dados da aplicação da mangueira hidráulica:

  1. o impulso de ciclo de carga;

Verifique a frequência à qual a mangueira será exposta e a pressão total de trabalho, bem como ondas repentinas ou picos de pressão;

  1. o tipo de reforço metálico da mangueira;

Observe no momento de montar uma mangueira hidráulica se o reforço é trançado ou em espiral. O em espiral é indicado para suportar impulsos elevados e ciclos de carga mais altos. Já o reforço entrelaçado oferece maior flexibilidade.

  1. a resistência a abrasão da mangueira;

Verifique se é preciso especificar cobertura padrão, ou modelos de coberturas com maior resistência a abrasão e utilizar acessórios como molas protetoras ou revestimento de polipropileno.

  1. o raio de curvatura do equipamento.

Ao montar uma mangueira hidráulica, observe se a mangueira será instalada em um espaço pequeno. Se for este o caso, prefira um tipo de mangueira com maior flexibilidade e com menor raio de curvatura para obter uma condução mais adequada.

Além disso, testes devem ser feitos para avaliar o desempenho do equipamento na prática.

Material

Outro ponto a se avaliar é o material do tubo interno da mangueira. Esse ponto é fundamental pois o fluido transportado precisa ser compatível com a mangueira hidráulica escolhida. Caso isso não aconteça, o equipamento pode apresentar falhas antes do previsto e apresentar riscos para os operadores das máquinas por conta de incompatibilidade química.

Pressão

É necessário avaliar também a pressão máxima suportada pela mangueira hidráulica e pelo maquinário para entender os limites produtivos. Além disso,  é importante saber se o tipo de pressão aplicada nas peças é dinâmica ou estática.

Terminação

Aqui é preciso avaliar o tipo de terminal que será conectado à mangueira hidráulica e verificar se existe a necessidade de utilizar um adaptador na instalação da conexão hidráulica no equipamento.

Entrega

A fase final é responsável pelo transporte e entrega dos produtos após todos os testes realizados. Essa etapa é fundamental para a satisfação dos clientes e garante maior credibilidade.

Saiba mais sobre mangueiras hidráulicas

Mangueiras e conexões hidráulicas no geral dependem do bom manuseio para que garantam o funcionamento esperado. Contudo, a utilização de equipamentos de qualidade faz total diferença na melhora produtiva, por isso, é sempre recomendado que  boas peças sejam utilizadas.

Conheça a linha completa de mangueiras e conexões hidráulicas da Hennings e descubra peças variadas, com certificação de qualidade e que te ajudam a aumentar a sua produtividade.